dicas

Copiando a imagem das atividades Para copiar ou salvar as imagens das atividades siga os seguintes passos: 1- Clique sobre a imagem com o botão direito do mouse. 2- Irá aparecer uma caixa, clique em exibir imagem. 3- A imagem será ampliada, clique novamente sobre ela com o botão direito do mouse. 4- Irá aparecer uma nova caixa, clique em copiar a imagem ou salvar como. 5- Se copiar a imagem cole no Word. 6- Se salvar como, escolha um local no seu computador e salve.

domingo, 27 de outubro de 2013

Mãe com medo de lagartixa




Mãe com medo de lagartixa
Ana Maria Machado

Era uma vez uma mãe... que tinha medo de lagartixa.
No resto, era valente: ficava sozinha, cantava no escuro, tomava sopa quente.
Era mesmo corajosa: enfrentava barata, discutia com o chefe, tomava injeção toda prosa.
De bicho de pena e de bicho de pêlo, ela gostava muito. Filho dela podia ter cachorro, gato, coelho, periquito, curió, canário, porquinho-da-índia.
Nem que fosse tudo ao mesmo tempo, ela não se incomodava, até animava, mais ainda inventava.
Peixe e jabuti, também, ela deixava como ninguém. E tinha aquário redondo com peixe vermelho e tinha varanda vermelha com jabuti redondo.
Se os filhos descobrissem macaco com asa, ela era capaz de deixar em casa. Se para uma vaca encontrassem lugar, não ia ser ela quem ia atrapalhar. Se na área um cavalo coubesse direito, a meninada ia logo dar jeito, e ela na certa ia achar perfeito.
Mas sapo? Minhoca? Perereca? Camaleão?
Nem queria saber. Disfarçava e ia se esconder.
Os filhos explicavam:
 Mamãe, que é que tem? Um bicho tão bonzinho, não faz nada, olha aí!
Ela olhava. Mas não gostava.
E aqueles lagartinhos nas pedras-do-sol?
— Um bichinho à-toa, mãe, deixe de ser boba!
Mas aí ela era boba. Tão boba que no caminho da praia, pelo meio do matinho, ia pisando forte e falando alto, fazendo barulho só para assustar os lagartinhos – que saíam correndo, morrendo de medo de uma mulher tão grande e barulhenta.
Mas o medo maior era o que a mãe tinha de lagartixa.
— Um perigo dentro de casa! Pode atacar a qualquer instante!
— Atacar, mãe? Que idéia – ria Antônio.
— Que gracinha, mãe. Olha aquela lagartixa lá no alto da parede – mostrava João.
— É mesmo, branquinha e transparente, de cabeça em pé. Parece filhote de jacaré – dizia Luísa.
Não adiantava. Ela não gostava.Um dia, resolveram pregar uma peça nela.
Na saída da escola, tinha um vendedor de bala, estalinho, pirulito e brinquedo. Brinquedos gozados: baratas e aranhas de plástico, lagartixas de mentirinha.
Compraram duas e levaram para casa. Puseram uma na gaveta, outra na prateleira, ao lado.
Quando ela chegou do trabalho e foi mudar a roupa, foi um susto. Quer dizer, primeiro foi um:
— Ai! Me ajudem! Antônio! Luísa! João!
Depois foram dois sustos:
— Depressa! Vem cá todo mundo!
Os meninos foram correndo. E viram a mãe tremendo.
— Uma lagartixa horrorosa! Subiu pelo meu braço e correu para a gaveta! E tem outra medonha ali na prateleira... Pelo amor de Deus, vocês peguem esses bichos horríveis, que eu não agüento nem ver!
Os meninos se olharam enquanto ela saía:
— E lagartixa de brinquedo sobe pelo braço?
— Será que tem alguma de verdade?
Olharam bem. Não tinha. Só as mesmas, de brinquedo. E ela com tanto medo! Que mãe fiteira! E, ainda por cima, inventadeira...
Foram rir dela, numa grande gozação: mas chegaram na sala e não riram. Porque que ela falou foi assim:
— Que bom que vocês estavam em casa. Vocês são tão corajosos... Fico tão orgulhosa de meus filhos que não têm medo e tomam conta de mim...
E, sentada no sofá, abraçou os três ao mesmo tempo, fechou os olhos, encostou a cabeça neles, feito menina pequena.
E eles se olharam e entenderam.
Todo mundo tem seu medo, cada um tem seu segredo. Quem parece sempre forte, no fundo é meio sem sorte: tem que agüentar bem sozinho, sem ajuda nem carinho:
— A mãe é que nem a gente.
E gente se assusta, chora, ri, fala, inventa, conta, grita e cochicha. E pode até ter medo de lagartixa.
Alguns medos e seus segredos. Rio de Janeiro, Nova Fronteira.



Vocabulário:
Pedra-do-sol: pedras comuns nas áreas de praia.
Leia o texto , marque a resposta correta:
1 - Marque a alternativa em que a mãe estimula seus filhos a terem bicho:
A) “enfrentava barata, discutia com o chefe”.
B) “ela não se incomodava, até animava.”
C) “se os filhos descobrissem macaco com asa, ela era capaz de deixar em casa.”
D) “de bicho de pena e de bicho de pêlo, ela gostava muito.”
E) “peixe e jabuti, também, ela deixava como ninguém”

2 - Marque a alternativa em que os fatos abaixo estejam colocados em ordem
cronológica:
I - Os filhos verificaram se havia uma lagartixa de verdade.
II - Os filhos viram a mãe tremendo.
III - Os filhos correram até o quarto da mãe.
IV - Os filhos ficaram se olhando.

A) I, IV, III, II
B) III, IV, II, I
C) I, III, IV, II
D) III, II, IV, I
E) II, IV, III, I

4 - A mãe, depois de ter encontrado a lagartixa, foi para a sala. Os filhos, de acordo com o texto, entenderam que:
A) cada um tem o seu próprio medo.
B) envergonharam-se do que tinham feito.
C) a mãe, sendo igual a eles, era infantil.
D) é preciso ser forte diante das situações.
E) não se deve assustar ninguém

5 - A mãe descrita é bastante tolerante. O argumento usado pelo narrador para expressar a demonstração máxima de tolerância dessa mãe está na alternativa:
A) ela até animava os filhos a terem bicho.
B) ela deixava os filhos terem peixe e jabuti.
C) era capaz de deixar em casa um macaco com asas, se os filhos descobrissem um.
D) enfrentava barata, discutir com o chefe.
E) de bicho de pena e de bicho de pêlo, ela gostava muito.
6 - Uma das falas da mãe refere-se a um fato que parece não ser verdadeiro e pode ser
atribuído ao susto de se deparar com duas lagartixas. Identifique essa fala e marque a alternativa que explica por que o fato não deve ser verdadeiro:
A) “e lagartixa de brinquedo sobe pelo braço?”
B) “um perigo dentro de casa! Pode atacar a qualquer instante.”
C) “ao se deparar com a lagartixa, a mãe pede socorro.”
D) “poderia haver alguma lagartixa de verdade no quarto.”
E) “ – Um bichinho à-toa, mãe, deixe de ser boba!”

7 - Assinale o item que não indica uma atitude da mãe:
A) proporciona aos filhos uma vida em contato com os animais.
B) é bastante corajosa, na visão dos filhos, em determinadas circunstâncias.
C) perturba o ambiente familiar com excesso de tolerância ou mentiras.
D) é muito medrosa, quando se trata de certos animais.
E) é considerada pelos filhos, sobretudo quando se depara com lagartixas, como uma
criança.
8 - Na frase “A mãe é que nem a gente”, os termos sublinhados expressam juntos a
idéia de:
A) adição
B) finalidade
C) conseqüência
D) causa
E) comparação

9 – A idéia principal desse texto é:
A) a mãe amava os filhos e fazia tudo para agradá-los.
B) todas as pessoas se assustam, choram, riem, inventam, inclusive, sentem medo.
C) a mãe parecia uma menina quando sentia pavor de lagartixa.
D) os adultos também mentem como crianças.
E) a mãe é uma pessoa boba, porque sente medo de lagartixa.

10 - “Um dia, resolveram pregar uma peça nela” A expressão sublinhada retirada do texto pode ser substituída por:
A) fazer uma brincadeira
B) colocar à prova
C) revelar a verdade
D) encenar

E) ensaiar uma apresentação

Desafio matemático - Animais de estimação


atividade matemáticas - 2 ao 4º ano







<!-- Início do código HTML Cursos 24 Horas -->
<div style="text-align:center;">
<object type="application/x-shockwave-flash" data="http://www.cursos24h.net.br/banners/flash4/300x50.swf?clickTAG=http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" width="300" height="50">
<param name="movie" value="http://www.cursos24h.net.br/banners/flash4/300x50.swf?clickTAG=http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" />
<param name="quality" value="high" />
<param name="bgcolor" value="#CCCCCC" />
<h3>Cursos 24 Horas</h3>
<a href="http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" rel="nofollow" target="_blank">Cursos Online</a>
</object>
<br /><a target="_blank" style="text-decoration:none; font-family:Verdana, Geneva, sans-serif; font-size:10px; color:#028ACC;" href="http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" rel="nofollow">Cursos Online</a></div>
<!-- Fim do código HTML Cursos 24 Horas -->

A abelha chocolateira

A+abelha+chocolateira

domingo, 13 de outubro de 2013

Saresp 2º ano- Simulado



Provinha Brasil - Simulado





O corvo e o pavão- Avaliação de fábula

O Corvo e o Pavão

  O pavão, de roda aberta em forma de leque, dizia com desprezo ao corvo:
 ▬ Repare como sou belo! Que cauda, hein? Que cores, que maravilhosa plumagem! Sou das aves a mais formosa, a mais perfeita, não?
  ▬ Não há dúvida que você é um belo bicho -- disse o corvo. Mas, perfeito? Alto lá!
  ▬ Quem quer criticar-me! Um bicho preto, capenga, desengraçado e, além disso, ave de mau agouro... Que falha você vê em mim, ó tição de penas?
  O corvo respondeu:
  ▬  Noto que para abater o orgulho dos pavões a natureza lhes deu um par de patas que, faça-me o favor, deu um par de patas que, faça-me o favor, envergonharia até a um pobre diabo como eu...
  O pavão, que nunca tinha reparado nos próprios pés, abaixou-se e contemplou-os longamente. E, desapontado, foi andando o seu caminho sem replicar coisa nenhuma.
  Tinha razão o corvo: *não há beleza sem senão*.

(Monteiro Lobato. *Fábulas*. São Paulo, Brasiliense, 1994. p. 30.)

Estudo do texto
 1. Quais são as personagens dessa história?
______________________________________________________________________________________________________________________
 2. O que significam as expressões em destaque:
 a) "*O pavão, de roda aberta em forma de leque*, dizia com desprezo ao corvo:"
______________________________________________________________________________________________________________________
 b) "(...) Mas, perfeito? *Alto lá*!"
_________________________________________________________________________________________________________________________
 c) "(...) capenga, desengraçado e, além disso, *ave de mau agouro*..."
__________________________________________________________________________________________________________________________
 3. Pinte as falas presentes no texto.
 a) O que você observou para descobrir quais são as falas?
__________________________________________________________________________________________________________________________
 4. Copie do   texto as palavras que caracterizam a beleza do pavão.
__________________________________________________________________________________________________________________________
 5. Quem aponta as características do pavão?
_________________________________________________________________________________________________________________________
 6. Agora, copie as palavras que caracterizam a aparência do corvo
__________________________________________________________________________________________________________________________
 7. Quem aponta as características do corvo?
______________________________________________________________________________________________________________________
 8. Agora, caracterize o jeito de agir do pavão.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
9. O que o corvo disse que deixou o pavão triste e desapontado?
___________________________________________________________________________________________________________________
 10. O que você entendeu da conclusão da história: "não há beleza sem senão"?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



Números romanos - Atividades


sábado, 12 de outubro de 2013

Aprender pela experiência: Atividade com Cândido Portinari

Aprender pela experiência: Atividade com Cândido Portinari: Sequência de atividades de Artes Cândido Portinari  Para realização deste trabalho, comece lendo alguns livros sobre a vida e obras ...

Quadro da duzentena

QUADRO DA DUZENTENA – ATIVIDADES

101
102
103
104
105
106
107
108
109
110
111
112
113
114
115
116
117
118
119
120
121
122
123
124
125
126
127
128
129
130
131
132
133
134
135
136
137
134
139
140
141
142
143
144
145
146
147
148
149
150
151
152
153
154
155
156
157
158
159
160
161
162
163
164
165
166
167
168
169
170
171
172
173
174
175
176
177
178
179
180
181
182
183
184
185
186
187
188
189
190
191
192
193
194
195
196
197
198
199
200


     1-    Pintar de azul o número que vem logo após o 190. ________
2-    Pintar de vermelho o número que está antes de 166. __________
3-    Pintar de amarelo os números que estão entre 151 e 158. ___________________________
4-    Pintar de verde o número que equivale a uma centena, duas dezenas e três unidades. _____
5-    Pintar de laranja o número que está após o 183 ______________
6-    Pintar de rosa os números que estão entre 121 e 129. _______________________________
_______________________________________________________________________________
7-    Copiar os números da 10ª coluna _______________________________________________
8    8-    Pintar de marrom os números que terminam com oito. __________________________________
9      9-    Quais são os números que estão na 4ª linha? Copie-os.
________________________________________________________________________
1         10-  Qual é o maior número do quadro? _____________ e o menor? _____________
1          11-  Escreva como se lê:
1        102-________________________________________________________
1       115-________________________________________________________
1       120-________________________________________________________
1       148_________________________________________________________
1       186-_________________________________________________________
1        177-_________________________________________________________
2        200 - _______________________________________________________
    194- ________________________________________________________

Google+ Followers