dicas

Copiando a imagem das atividades Para copiar ou salvar as imagens das atividades siga os seguintes passos: 1- Clique sobre a imagem com o botão direito do mouse. 2- Irá aparecer uma caixa, clique em exibir imagem. 3- A imagem será ampliada, clique novamente sobre ela com o botão direito do mouse. 4- Irá aparecer uma nova caixa, clique em copiar a imagem ou salvar como. 5- Se copiar a imagem cole no Word. 6- Se salvar como, escolha um local no seu computador e salve.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Caça palavras substantivos e adjetivoa

domingo, 27 de janeiro de 2013

Lembrancinha volta as aulas








 
 
 
 
Observação: Colar um chocolate bis ao final da frase acima

sábado, 19 de janeiro de 2013

paródia Ai se te pego... Mosquito

Ai seu te pego mosquito
                                                                                              autora Ernelvina Alves Mundoca


Nossa, nossa
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego


Mosquito , Mosquito
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego


Sábado lá em casa
A galera começou a falar
E passou um mosquito voando
Fiquei com medo e comecei a falar


Nossa, nossa
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego


Mosquito , Mosquito
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego


Sábado lá em casa
A galera começou a falar
E passou um mosquito voando
Fiquei com medo e comecei a falar




Nossa, nossa
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego


Mosquito , Mosquito
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego

Cordel - tema Dengue

Cordel contra a Dengue


A Dengue é perigosa,
Todos sabem e teme pegar,
Mas se não houver sensibilização
Não podemos erradicar.


É essa a preocupação,
Do nosso querido gestor
Preocupado com a população
Uma Campanha ele lançou.



Mas não adianta meu povo,
A luta partir somente de um,
Temos que juntos lutar
E da nossa cidade cuidar.


Wagner Fontes iniciou,
Agora é a nossa vez,
Todos cuidando da sua casa
O Mosquito não tem vez.



Esse mosquitinho maldoso
Muitas vidas quer levar,
Mais o povo redencense
Contra ele vai lutar.


Se o mosquito pensa,
Que brincamos em ação,
Ele que se cuide
E procure logo seu caixão.


Esse inseto perigoso,
Que aqui pensa em morar,
Nós vamos dizer à ele,
“Fora “ Volte pro seu lugar.


Se todos compreenderem
A preocupação do nosso gestor,
Redenção será destaque,
E sua cidade tem valor.



Aos queridos redencenses
Quero o meu recado deixar,
“Lute por sua cidade”,
Aqui é o melhor lugar.


Autora: Ernelvina Alves Mundoca

Questões para avaliação português - Inferência textual

                                                                Tatiana Belinky

            Talita tinha a mania de dar nomes de gente aos objetos da casa; e tinham de ser nomes que rimassem. Assim, por exemplo, a mesa, para Talita, era Dona Teresa, a poltrona era Vó  Gordona, o armário era o Doutor Mário. A escada era Dona Ada, a escrivaninha era Tia Sinhazinha, a lavadora era Prima Dora, e assim por diante.
           Os pais de Talita achavam graça e topavam a brincadeira. Então, podiam se ouvir muitas conversas sobre isso.

a) A mania de Talita de dar nome de gente aos objetos da casa demonstra que ela é:
(   ) curiosa
(    ) exagerada
(   ) estudiosa
(   ) criativa

                                 Texto 2 – Realidade com muita fantasia.
                                                                                                                      Para gostar de Ler – volume

             Nascido em 1937, o gaúcho Moacyr Scliar é um homem versátil: médico e escritor, igualmente atuante nas duas áreas. Dono de uma obra literária extensa, é ainda um biógrafo de mão cheia e colaborador assíduo de diversos jornais brasileiros. Seus livros para jovens  e adultos são sucesso de público e de crítica e alguns já foram publicados no exterior.

a) A expressão sublinhada em ” é ainda um biógrafo de mão cheia” significa que Scliar é:
(  ) crítico e detalhista
(   ) criativo e inconsequente
(   ) habilidoso e talentoso
(   ) inteligente e ultrapassado


Inferência
                                  QUE MEDO!
          Minha mãe ouviu um barulho de noite!
         Quando ela olhou, tinha um homem debaixo da cama!
         _ Era um ladrão?
        _ Que nada, era o meu pai! Ele também tinha ouvido o barulho.

Por que  o papai estava embaixo da cama?
(A) Estava sonhando.
(B) Queria brincar com o filho.
(C) Queria passar um susto no filho.
(D) Teve medo do ladrão.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Projeto Brincadeira

Projeto "Brincar é preciso"

Objetivos:

• Resgatar o hábito de brincar nas crianças;

• Socialização;

• Conhecer diversos tipos de brincadeiras;

• Identificar características específicas de cada brincadeira;

• Desenvolver a criatividade;•

Proporcionar ao aluno conhecimentos sobre a evolução dos brinquedos através dos tempos;

• Oportunizar, através de oficinas, a utilização de materiais recicláveis e sucata em geral na confecção de brinquedos.


Justificativa: Considerando que vivemos em uma sociedade em que a tecnologia está cada vez mais avançada e os recursos tecnológicos muitas vezes tem isolado as pessoas, é importante oportunizar às crianças o contato com os brinquedos e brincadeiras de antigamente. É preciso resgatar nas crianças o hábito de brincar, uma vez que, por meio de brincadeiras, elas se desenvolvem em todos os sentidos. Deve-se restringir o uso excessivo da TV, computador e vídeo-game, mostrando à criança outras opções de lazer, mais saudáveis e criativas.

Tempo de duração do projeto: 2 meses


Faixa etária: 6 - 7 anos


Espaço de realização do projeto: sala de aula, pátio e/ou quadra


Fontes de conhecimento e pesquisa: pesquisa com familiares, livros, revistas


Atividades:

• Levantamento das brincadeiras favoritas dos alunos;

• Por meio de votação, eleger algumas brincadeiras para serem realizadas no pátio ou quadra da escola;

• Enviar pesquisa para casa a fim de descobrir quais eram as brincadeiras favoritas dos pais e/ou avós;

• Socialização das pesquisas;

• Comparação do resultado da pesquisa com pais e/ou avós com a feita com os alunos: as brincadeiras de antigamente e as atuais são as mesmas? Por quê será? Vocês conhecem algumas dessas brincadeiras relatadas na pesquisa feita com seus familiares?

• Convidar alguns pais e/ou avós para comparecerem à escola e ensinar aos alunos algumas brincadeiras de antigamente;
• Escolher algumas brincadeiras que os alunos mais gostaram de brincar com os pais e montar um manual de brincadeiras da classe, contendo as seguintes informações: como brincar, nº de participantes, material necessário e outras informações pertinentes (obs: para a elaboração do manual, os alunos ditarão as informações para a professora, que será a escriba e registrará na lousa o que for sendo falado. Posteriormente, o manual poderá ser digitado pela professora e ilustrado pelas crianças. A professora poderá levar para a classe livro de regras de brincadeiras para ler junto com os alunos, a fim de que tenham contato com esse tipo de texto, antes de terem que o produzirem oralmente);

• Em outro momento, fazer um levantamento com os alunos de quais brinquedos mais gostam de brincar no dia-a-dia;

• Organizar na escola o “Dia do Brinquedo”, onde cada um poderá levar seu brinquedo favorito e compartilhar com os colegas;

• Enviar pesquisa para casa a fim de descobrir quais brinquedos os pais e/ou avós brincavam quando eram crianças;

• Socializar a pesquisa feita com os familiares;

• Fazer com os alunos uma comparação entre os brinquedos que os pais e/ou avós brincavam antigamente e os que ele próprios gostam de brincar; fazê-los perceber as diferenças entre esses brinquedos, tanto no material que são confeccionados quanto na forma de brincar; chamar a atenção para o fato de que, alguns brinquedos praticamente “brincam” sozinhos, como carrinhos com pilhas, bonecas que falam e andam...; mostrar a eles como brincar com brinquedos de antigamente pode ser mais divertido;

• Confeccionar um cartaz ilustrado com figuras de brinquedos de antigamente e atuais (as figuras poderão ser encontradas em revistas ou ilustradas pelos próprios alunos);

• Visitar uma brinquedoteca;

• Organizar na escola uma oficina de brinquedos de sucata, com ajuda e participação dos pais. Confeccionar brinquedos de antigamente: bilboquê, boneca de pano, vai-e-vem, entre outros...

• Exposição dos brinquedos confeccionados pelos alunos com ajuda dos pais, dos brinquedos atuais e de brinquedos de antigamente. Haverá também um momento e espaço reservados para alunos e pais participarem de brincadeiras de antigamente.

Avaliação: Será realizada no decorrer de todo o projeto, através da observação e registro da participação, interesse e envolvimento dos alunos nas atividades propostas.


Produto final: Exposição na escola de brinquedos confeccionados com sucata, brinquedos de antigamente e atuais. Nesse dia também será reservado um momento para os alunos e pais brincarem de algumas brincadeiras antigas, como barra-manteiga, mãe da rua, entre outras.

Problemas



Obs: A imagem é de baixa qualidade, dá para aproveitar os desenhos e redigitar a parte escrita

Problemas envolvendo cantigas ( Super legal)

O TREM DE FERRO

QUANDO SAI DO PERNANBUCO

VAI FAZENDO CHIC-CHIC

ATÉ CHEGAR NO CEARÁ.



QUE VIAGEM DEMORADA,

VOCÊ NÃO PODE IMAGINAR.

FORAM TRINTA HORAS SÓ PRA IR.

QUANTOS DIAS SERIAM

PARA IR E VOLTAR?






FUI NO ITORORÓ

BEBER ÁGUA E NÃO ACHEI.

SÓ TINHA PARA COMPRAR

E CARO COMO NEM SEI.

CADA LITRO TRÊS REAIS.

AI MEU DEUS,

QUANTO VOU PAGAR,

SE PRECISO LEVAR 6?

E ISTO É SÓ PARA UM DIA.

QUANTO VOU GASTAR NUM MÊS?









SE ESTA RUA, SE ESTA RUA FOSSE MINHA

EU MANDAVA, EU MANDAVA LADRILHAR

COM PEDRINHAS, COM PEDRINHAS DE BRILHANTE

PARA O MEU, PARA O MEU AMOR PASSAR...



COMO O BRILHANTE É CARO,

O LADRILHO VOU MUDAR.

USAREI PÉTALAS DE ROSAS,

PARA O CAMINHO PERFUMAR.

COMPRAREI 10.000 VERMELHAS

PARA NENHUM ESPAÇO SOBRAR.

EM CADA 10 METROS DE RUA,

1000 PÉTALAS VOU USAR.

A RUA MEDE 100 METROS.

SERÁ QUE PÉTALAS VÃO FALTAR?



* FONTE: ATIVIDADES PARA TODO DIA - MATEMÁTICA, ED. MUCÉDULA

Problemas 5ºanos

Uso da calculadora - atividades

CÁLCULOS COM CALCULADORA




Objetivos * Interpretar dados numéricos apresentados em textos de propaganda.
* Ampliar o repertório de cálculo mental exato e aproximado, fazendo previsões do que pode ser comprado com a quantia que se tem disponível.
* Utilizar a calculadora como instrumento de organização de idéias e cálculos matemáticos.






Planejamento* Quando realizar? Ao longo do semestre.
* Como organizar os alunos? Em duplas.
* Quais os materiais necessários? Calculadora, folhetos de supermercado, jornais ou revistas para consulta de preços de alimentos.










Qual a duração? Cerca de 40 minutos.






Encaminhamento
* Entregue às duplas os folhetos de supermercado, jornais ou revistas para que possam pesquisar e analisar o preço de alimentos.
* Circule pela sala e observe os procedimentos que os alunos utilizam para calcular exatamente o valor que têm disponível para gastar na compra de produtos.
Essas observações serão importantes para que você faça perguntas adequadas no momento da apresentação e da discussão de estratégias utilizadas para fazer os cálculos de tal forma a não ultrapassar a quantia disponível para fazer a compra.
* Algumas perguntas poderão orientar e enriquecer essa análise. Veja alguns exemplos:


- Se a caixa de quibe custa 3,79 reais, é possível comprar 10 caixas com o dinheiro que se tem disponível para gastar? Se Paula resolver gastar os 30 reais comprando somente um produto, que produto seria esse? Com a metade dos 30 reais é possível comprar 2 potes de sorvete?
* Peça aos alunos que organizem os registros que eles considerarem mais interessantes e os deixem num local em que possam ser facilmente consultados.




O importante é...... que os alunos estimem os valores, desenvolvendo capacidades de prever resultados, de fazer arredondamento dos valores, de cálculos aproximados e exatos; que façam previsões dos gastos e verifiquem se essas previsões foram ou não adequadas. Também, que comparem quantias, localizando-as em um intervalo ou relacionando-as a outros valores e, finalmente, que utilizem a calculadora como um instrumento de organização e de aferição imediata dos cálculos feitos.


O que mais fazer?
* Você pode pedir aos alunos que façam o arredondamento dos preços, antes de iniciar uma nova compra. Verifique com eles o que mudará na seleção dos produtos a serem comprados.
* Proponha ainda uma discussão com os alunos sobre os procedimentos que devem tomar quando o que pretendem comprar ultrapassa o valor de 30 reais: quando desistem de comprar determinada quantidade de um produto ou quando desistem de comprar o produto escolhido.
* Você pode utilizar outros tipos de produtos e aumentar o valor da compra.

Jogo roleta numérica - SND

BRINCANDO COM A ROLETA




Objetivos * Produzir números com três algarismos.
* Discutir as regularidades de escrita de números, verificando se os números começados por zero formam números de três algarismos.



Planejamento* Quando realizar? Ao longo do semestre.
* Como organizar os alunos? Em duplas.
* Quais os materiais necessários? Duas cópias dos cartões e uma da roleta para cada dupla ou cartolina para confecção do jogo , cópias das regras, lápis, papel e dois clipes.
* Qual a duração? Cerca de 30 minutos.


Encaminhamento
* Inicialmente oriente a confecção dos cartões e da roleta pelos próprios alunos ou providencie uma cópia dos modelos para serem recortados.
* Leia as regras do jogo com os alunos e certifique-se de que todos as compreenderam.
* Combine com a turma que todos os números formados devem ser registrados na folha de papel. Os registros feitos pelos alunos podem ser úteis em outras aulas, para você criar situações-problemas que propiciem a análise de números.
* É importante permitir que alunos com mais experiência na formação de números dêem pistas aos colegas menos experientes.
* Ao circular entre as duplas, faça perguntas para que explicitem o que pensaram ao produzir os números. A troca de informações é útil para aqueles que ainda têm dificuldade em entender o valor posicional dos números.
* Esse jogo dá margem a inúmeras variações. Dê oportunidade para que os alunos, à medida que vão se familiarizando com o jogo, também criem variações que, sendo de interesse, sejam testadas por todos.



Regras do Jogo: Brincando com a roleta



Material:
* cartas com números de 0 a 9 para cada jogador.
* uma roleta
* uma folha para registro


Participantes: 2 jogadores

Regras do jogo:
* Começa o jogo quem ganhar no par-ou-ímpar.
* Os cartões são colocados na mesa com os números virados para baixo e, quando sorteados, deverão ser escondidos do adversário.
* Cada participante, na sua vez, roda os clipes e segue a orientação que será dada pelas roletas.
* O tempo poderá ser determinado pelo professor ou o jogo terminará ao fim de quinze rodadas.
* Se os seus cartões forem todos sorteados e o tempo ainda não tiver
terminado, você pode pegar cartões do adversário.
* O vencedor é aquele que conseguir, no fim do jogo, formar a maior quantidade possível de números com três algarismos.
* Os números formados pelo vencedor devem ser lidos pelo adversário.


*FONTE: GUIA DE PLANEJAMENTO E ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS - 2ª SÉRIE / VOL.2 (SMEESP)

Problemas convencionais 4/5ºanos

1) Gustavo é dono de duas barracas na praia, nas quais ele vende coco verde. Sábado foram vendidos 2670 cocos em uma barraca e 4560 em outra.
a) Quantos cocos foram vendidos nas barracas de Gustavo nesse sábado?
b) Sabendo que no domingo foram vendidos 251 cocos a mais que no sábado, qual foi a quantidade de cocos vendida no domingo?
                                                                                                                                      
      
2) Para o aniversário de Marco Antonio, os amigos fizeram uma grande festa! Observe a tabela:
                                       
BEBIDAS R$    185,00
 SALGADOS R$      73,00
DOCES R$    134,00
BOLO R$      48,00

a) Qual foi o gasto com a festa?__________________________________________________.
b) E a diferença de gastos entre as bebidas e os salgados? ______________________________.
3) A vaca Mimosa  consegue produzir 36 litros de leite por dia. Com esse leite fabricam-se 3 queijos. Após 15 dias, quantos litros Mimosa terá produzido? Quantos queijos terão sido fabricados?
 4)  Numa escola, foram matriculados 136 alunos na 4ª série. A diretora quer formar turmas com 36 alunos. Faça os cálculos e responda:
                                                                                                                                     
a) É possível formar 10 turmas de 36 alunos?_____________
b) E 5 turmas, é  possível? Por quê? _____________________
c) Quantas turmas de 4ª série podem ser formadas com 36 alunos? ____________
d) Em uma das classes terá menos alunos. Quantos  alunos terá nesta sala?___________

 

Um plano perfeito - Interpretação 4/5ºanos

UM PLANO PERFEITO

- Seu desgraçado! O que você foi fazer? A Isa teve zero!

- Teve zero! Não diga!

- Como é que você foi me aprontar essa? Fui falar com a Isa e levei uma bofetada, na frente de toda a turma. Foi a maior vergonha. Agora eu vou ter de mudar de escola! A minha reputação está arrasada!

- Lá vem você com essa tal de reputação!

- Eu tive oito. Como é que a Isa teve zero?

- Vai ver ela não entendeu a cola…

- Cachorro! Você passou cola errada pra ela! Só pra acabar comigo!

- Sabe, Vinícius? Eu estava mesmo a fim de fazer o que você me pediu. Só que eu não conhecia a Isa direito. Foi chegar lá, ver aquela gatinha… Depois sentar atrás dela… Aquele perfume, aquele cabelo solto, ela passando os dedinhos pelos cabelos, pensando… aí eu não resisti…

- Cachorrão! Irmão desnaturado! Você entrou na da Isa!

- É … acho que entrei mesmo… De cabeça.

- Mas se você entrou na dela, por que foi passar cola errada? Está fora de lógica literária de novo. Se você entrou nesse "amor de perdição", devia é ter ajudado!

- Pensei nisso, Vinícius. Pensei bastante. Mas, se eu tivesse ajudado a Isa, aí sim é que eu não teria jeito de ganhar a garota. Você se esquece que, naquele momento, eu era você? Se eu tivesse feito ela tirar oito, do jeito que eu fiz você tirar, ela ficaria agradecida a você, não a mim…

- Cachorrão! Cachorrão e burro. E o que você ganhou fazendo ela tirar zero e arrasando a minha reputação na frente de todo mundo?

- O meu plano foi perfeito, Vinícius. A Isa ficou definitivamente furiosa com você. Depois da bofetada, eu fui encontrá-la e ela estava chorando de raiva. Daí bastou consolá – la, enxugar as lagriminhas dela no meu ombro e prometer ajudá-la a estudar matemática. Com um professor como eu, ela não vai ficar de recuperação. Pode crer.

- Canalha! Irmão ou não, vou quebrar a sua cara!

- Não vai não.

- Não vou? Por quê?

- Porque o conto já acabou.

Carlos Queiroz Telles. Sete Faces da família, contos. Org. por Márcia Kupts, 1. Ed. São Paulo, Moderna. P. 77-8. Coleção Veredas)

INTERPRETAÇÃO

1. Por que Vinícius ficou furioso com seu irmão?

2. Além de perder a namorada, Vinícius acha que a sua reputação está arrasada. Por quê?

3. Por que o plano do irmão de Vinícius foi perfeito?

4. Por que, mesmo tirando zero na prova, Isa não vai ficar de recuperação em Matemática?

5. Observe trecho:

"Você se esquece que, naquele momento, eu era você"?

A que momento o autor se refere?

6. Como você consideraria a atitude do irmão de Vinícius?

a) Inteligente

b) Astuta

c) Desleal

d) Romântica

Justifique seu ponto de vista.



 
Obs: Esse texto contem 1 palavrão e apresenta discussão entre irmãos, é interessante o professor levantar essas questões com alunos, fazendo-os refletir sobre tais fatos!!!

trava línguas lacunado

[travalinguas+(4).jpg]

Mais trava línguas

[travalinguas+(2).jpg]

Trava línguas

[travalinguas.JPG]

Cruzadinha animais

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Atividades de Alfabetização


Atividades moradias



a) Onde fica sua casa? Escreva seu endereço.
b) Há quanto tempo você mora nesse lugar?
c) Quantas pessoas moram na casa com você?
d) O que você mais gosta na sua casa?
d) Você gosta da sua moradia? Por quê?
e) Se você pudesse mudar algo em sua casa, o que modificaria?
ATIVIDADE DE CASA - PESQUISA SOBRE A ROTINA DA CASA
 
Descobrimos que existem diferentes tipos de moradia e que em qualquer tipo os moradores realizam certas tarefas todos os dias. Na sua casa, como é o dia a dia?
 
Preste atenção na rotina de sua casa. Anote quem faz cada tarefa assinalada abaixo:
 
1 - Compra os mantimentos _____________________________
2 - Prepara a comida___________________________________
3 - Faz a faxina_______________________________________
4 -  Cuida das crianças_________________________________
5 - Trabalha fora______________________________________
6 - Lava e passa roupa__________________________________
7 - Lava a louça__________________________________
8 - Se existem animais em casa, quem cuida deles _________________
9 - Guarda os brinquedos_______________________________
10 - Leva as crianças ao médico___________________________
 

 

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Estados físicos da água - Atividades e texto


 
A água
 
            A água das fontes, rios, mares, assim como a água que sai da torneira é líquida.
            Se o calor esquenta a água líquida, ela sobe em forma de vapor. Fica gasosa e se mistura no ar. Sobe e vai formar as nuvens.
            O frio pode fazer a água gasosa virar novamente água líquida, na forma de gotinhas.
            As nuvens são formadas por essas gotinhas, quando a água gasosa encontra o ar frio. É por isso que vemos as nuvens, embora não vejamos a água gasosa.
            As nuvens produzem chuva quando as gotinhas que eram pequenas se juntam. As gotas de maior tamanho caem depressa para a terra.
            Nos lugares onde faz muito frio, como no Pólo Norte ou Pólo Sul, nos picos das montanhas muito altas ou no congelador da geladeira, á água fica sólida. Fica dura como um cristal.
            A água apresenta-se na natureza sob diferentes aspectos.
            A água que sai da torneira, que forma rios, lagos, poços, lagoas, oceanos, apresenta-se em estado líquido.
            No gelo, na neve, apresenta-se em estado sólido. 
Nas nuvens, no vapor d’ água a água está no estado gasoso.
O que provoca as mudanças de estados físicos da água é a mudança da temperatura.
 

Pontuar piadas


Pontue a piada corretamente

 

GAROTO ESPERTO


Uma mãe       acompanhada de seu filhinho entra no ônibus e logo percebe uma placa com a seguinte inscrição    "Menor de 10 anos não paga passagem".
        a mãe diz para o garoto
    Meu filho     você tem 10 anos  tá ouvindo
    Sim mamãe
    Mal o garoto passa pela borboleta o cobrador pergunta
    Qual a sua idade menino
    Eu tenho 10 anos
    O cobrador desconfiado pergunta de modo diferente
    E quando é que você completa 11 anos
    Então ele responde sem pestanejar
    Quando eu descer do ônibus

Tipos de casas - caça palavras


Tipos de casas

 

Os tipos de casas variam de acordo com o clima e o ambiente onde são construídas. Desde que surgiu, o homem sentiu necessidade de se abrigar do sol, das chuvas, do vento, da neve e dos animais ferozes.

O homem primitivo se abrigava nas cavernas, dentro das montanhas. Ali ele se refugiava e se encontrava em segurança contra os perigos.

Os índios moram nas florestas e matas. Suas casas são construídas de madeira e sapé e são chamadas ocas.

Existem outros tipos de casas, como iglus, que são as casas das regiões geladas, e as palafitas, que são construídas em cima de lagos ou rios.

Os materiais que o homem utiliza para a construção de suas casas são madeira, tijolos, barro, pedra, sapé, cimento, areia, ferro, etc.

A casa é de grande importância para o homem, pois é onde ele vive em segurança com sua família.

Nossas casas...

As casas nos protegem do frio, chuva e sol.
 
As casas são divididas em cômodos e estes geralmente são: sala, quarto, cozinha e banheiro. Elas podem ter jardim, quintal, árvores, horta, dependendo do seu espaço, do gosto e do poder aquisitivo do proprietário.

 

BATITUCI, Graça, GONZALEZ, Conceição. Maneira lúdica de ensinar. São Paulo: Fapi, 1.ed.


 

Encontre no caça-palavras abaixo alguns tipos de moradias:



L
S
B
O
P
A
L
A
F
I
T
A
F
A
A
T
C
H
A
L
É
S
F
P
G
P
R
P
R
E
D
I
O
D
V
C
H
A
R
P
X
L
U
S
W
J
X
A
I
R
A
U
C
C
O
O
C
G
R
S
J
T
C
I
A
A
I
B
H
R
A
E
I
A
A
Ç
B
S
N
R
N
U
N
B
G
M
S
E
A
T
E
A
B
T
C
R
L
E
O
Q
N
E
R
D
M
A
H
E
U
N
T
R
A
L
A
O
A
H
O
Q
K
T
U
R
P
O
T
T
N
S
J
O
L
O
E
S
Q
V
N
T
S
O
N
C
M
S
P
D
G
H
U
E
Ã
L
V
A
N
O
C
A
S
A
F
N
O
A
N
Q
B
A
R
R
A
C
O
D
R
R
M
S
C
A
V
E
R
N
A
A
Z
G
O
L

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Caixa de texto: 1. apartamentos
2. palafita
3. iglu
4. rancho
5. casa
6. prédio
7. sobrado
8. barraco
9. mansão
10. caverna
11. barracas
12. tenda
13. cabana
14. casebre
15. oca
16. solar
17. gruta
18. castelo
19. chalé
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Google+ Followers