dicas

Copiando a imagem das atividades Para copiar ou salvar as imagens das atividades siga os seguintes passos: 1- Clique sobre a imagem com o botão direito do mouse. 2- Irá aparecer uma caixa, clique em exibir imagem. 3- A imagem será ampliada, clique novamente sobre ela com o botão direito do mouse. 4- Irá aparecer uma nova caixa, clique em copiar a imagem ou salvar como. 5- Se copiar a imagem cole no Word. 6- Se salvar como, escolha um local no seu computador e salve.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

O homem e a galinha

Tema: O HOMEM E A GALINHA Era uma vez um homem que tinha uma galinha. Era uma galinha como as outras. Um dia a galinha botou um ovo de ouro. O homem ficou contente. Chamou a mulher: - Olha o ovo que a galinha botou. A mulher ficou contente: - Vamos ficar ricos! E a mulher começou a tratar bem da galinha. Todos os dias a mulher dava mingau para a galinha. Dava pão-de-ló, dava até sorvete. E todos os dias a galinha botava um ovo de ouro. Então o marido disse: - Pra que esse luxo com a galinha? Nunca vi galinha comer pão-de-ló... Muito menos tomar sorvete! - É, mas esta é diferente! Ela bota ovos de ouro! O marido não quis conversa: - Acaba com isso mulher. Galinha come é farelo. Aí a mulher disse: - E se ela não botar mais ovos de ouro? - Bota sim - o marido respondeu. A mulher todos os dias dava farelo à galinha. E a galinha botava um ovo de ouro. Então o marido disse: - Farelo está muito caro, mulher, um dinheirão! A galinha pode muito bem comer milho. - E se ela não botar mais ovos de ouro? - Bota sim - o marido respondeu. Aí a mulher começou a dar milho pra galinha. E todos os dias a galinha botava um ovo de ouro. Então o marido disse: - Pra que esse luxo de dar milho pra galinha? Ela que procure o de-comer no quintal! - E se ela não botar mais ovos de ouro? - a mulher perguntou. - Bota sim - o marido falou. E a mulher soltou a galinha no quintal. Ela catava sozinha a comida dela. Todos os dias a galinha botava um ovo de ouro. Uma dia a galinha encontrou o portão aberto. Foi embora e não voltou mais. Dizem, que ela agora está numa boa casa onde tratam dela a pão-de-ló. (Ruth Rocha) 1) O texto recebe o título de O homem e a galinha. Por que a história recebe esse título? a) Porque eles são os personagens principais da história narrada. b) Porque eles representam, respectivamente, o bem e o mal na história. c) Porque são os narradores da história. d) Porque ambos são personagens famosos de outras histórias. e) Porque representam a oposição homem-animal. 2) Qual das afirmativas a seguir não é correta em relação ao homem da fábula? a) É um personagem preocupado com o corte de gastos. b) Mostra ingratidão em relação à galinha. c) Demonstra não ouvir as opiniões dos outros. d) Identifica-se como autoritário em relação à mulher e) Revela sua maldade nos maus-tratos em relação à galinha. 3) Qual das características a seguir pode ser atribuída à galinha? a) avareza b) conformismo c) ingratidão d) revolta e) hipocrisia 4) Era uma vez um homem que tinha uma galinha. De que outro modo poderia ser dita a frase destacada? a) Era uma vez uma galinha, que vivia com um homem. b) Era uma vez um homem criador de galinhas. c) Era uma vez um proprietário de uma galinha. d) Era uma vez uma galinha que tinha uma propriedade. e) Certa vez um homem criava uma galinha. 5) Era uma vez é uma expressão que indica tempo: a) bem localizado b) determinado c) preciso d) indefinido e) bem antigo 6) A segunda frase do texto diz ao leitor que a galinha era uma galinha como as outras. Qual o significado dessa frase? a) A frase tenta enganar o leitor, dizendo algo que não é verdadeiro. b) A frase mostra que era normal que as galinhas botassem ovos de ouro. c) A frase indica que ela ainda não havia colocado ovos de ouro. d) A frase mostra que essa história é de conteúdo fantástico. e) A frase demonstra que o narrador nada conhecia de galinha. 7) O que faz a galinha ser diferente das demais? a) Botar ovos todos os dias independentemente do que cofnia. b) Oferecer diariamente ovos a seu patrão avarento. c) Pôr ovos de ouro antes da época própria. d) Botar ovos de ouro a partir de um dia determinado. e) Ser bondosa, apesar de sofrer injustiças. 8) O homem ficou contente. O conteúdo dessa frase indica um (a): a) causa b) modo c) explicação d) conseqüência e) comparação 9) A presença de travessões no texto indica: a) a admiração da mulher b) a surpresa do homem c) a fala dos personagens d) a autoridade do homem e) a fala do narrador da história 10) Que elementos demonstram que a galinha passou a receber um bom tratamento, após botar o primeiro ovo de ouro? a) pão-de-ló / mingau / sorvete b) milho / farelo / sorvete c) mingau / sorvete / milho d) sorvete / farelo / pão-de-ló e) farelo / mingau / sorvete 11) Dizem, eu não sei... Quem é o responsável por essas palavras? a) o homem b) a galinha c) o narrador d) a mulher e) o ovo Gabarito esta abaixo: Gabarito dos exercícios de interpretação: 01- a 02- e 03- b 04- c 05- d 06- c 07- d 08- d 09- c 10- a 11- c

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Biomas Brasileiros

O CERRADO, A CAATINGA E OUTROS BIOMAS

O CERRADO: é o bioma predominante na região centro-oeste. Também o encontramos no Maranhão, no Tocantins, Minas Gerais e São Paulo. A paisagem típica do cerrado é composta de árvores não muito altas separadas por áreas onde predominam as gramídeas. Árvores e arbustos geralmente têm o tronco tortuoso recoberto por cascas grossas e resistentes. O cerrado abriga a flora e a fauna altamente diversificadas, cuja biodiversidade ainda está sendo investigada.

A VIDA NO CERRADO: O clima é seco de abril a setembro e tem o período chuvoso nos outros meses do ano. É comum que os vegetais tenham as raízes profundas que alcancem os depósitos de água do subsolo para sobreviverem na época da seca. Os cupinzeiros são comuns no cerrado. No cerrado podemos encontrar: cupinzeiros, lagartos, diversas aves, tatus, lobo-guará, papagaio-verdadeiro, veado-campeiro, tamanduá-mirim e o tamanduá-bandeira. O cerrado também passou a ser prejudicado devido a expansão das atividades agrícolas.

A CAATINGA: ÚNICO BIOMA EXCLUSIVAMENTE BRASILEIRO. É o bioma que originalmente abrangia quase todo o interior do nordeste e uma pequena parte do norte de Minas Gerais. Dos nove estados nordestinos, apenas o Maranhão não tem trechos de caatinga. As plantas e os animais da caatinga apresentam certas características que ajudam a enfrentar o calor e a falta de água. As plantas da caatinga perdem as folhas durante a seca. Na maioria das vezes encontramos muitos cactos e as coroas-de-cristo em abundância, plantas essas que acumulam água em seus caules para o período de seca. Certos animais enfrentam o período de seca “adormecidos”, enterrados no solo, quando a estação chuvosa chega, eles retomam suas atividades. Outros animais, vivem perto de rios e lagos que não secaram Outros saem a noite para se alimentar para fugir do calor do dia.

O MANGUEZAL: è um bioma encontrado em trechos da costa litorânea brasileira de Santa Catarina ao Amapá. Regiões onde a água do rio deságua no mar. Apesar de seu solo ser rico em nutrientes, o manguezal apresenta poucas espécies de árvores adaptadas à pouca quantidade de gás oxigênio do solo e a alta salinidade (quantidade de sal) da água. Para respirar, as raízes das árvores emitem projeções para cima que captam o gás oxigênio da atmosfera. O manguezal é rico em espécies de siris e caranguejos que se alimentam de detritos. Extensas áreas de manguezais já foram aterradas para a construção de casas. Alguns esforços estão sendo desenvolvidos para proteger esse rico bioma.

OS CAMPOS: Também chamados de PAMPAS, se estendem por boa parte do interior do Rio Grande do Sul. É nesse bioma que são registrados as temperaturas mais baixas do país. No inverno as geadas são comuns. É o único bioma brasileiro onde não predominam as árvores na vegetação. São comuns as plantas herbáceas, principalmente as gramíneas. Na fauna encontramos aves como a ema, a seriema e a perdiz, além de muitos patos e marrecos. Boa parte dos campos tornou-se área de cultivo agrícola ou de pastagem, ocasionando sérios problemas para a região.
O PANTANAL: é uma planície repleta de rios, que ocupa parte dos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Durante o período chuvoso, que vai de dezembro até março, os rios se enchem e inundam diversas áreas do pantanal. Os rios trazem com eles, nutrientes que fertilizam o solo. Com o solo fértil, podemos esperar uma imensa variedade de vida no pantanal. Entre os animais, encontramos peixes, aves, bem como jacarés, macacos, veados, onças entre tantos outros. Procura-se preservar os animais da região por causa da pesca e caça ilegais

Cursos 24 Horas

Cursos Online

Cursos Online

O galo qu e logrou a raposa _ Avaliação

 GALO QUE LOGROU A RAPOSA

Um velho galo matreiro, percebendo a aproximação da raposa, empoleirou-se numa árvore. A raposa desapontada, murmurou consigo: "Deixe estar, seu malandro, que já te curo..." Em voz alta:
- Amigo, venho contar uma grande novidade: acabou-se a guerra entre os animais. Lobo e cordeiro, gavião e pinto, onça e veado, raposa e galinhas, todos os bichos andam agora aos beijos, como namorados. Desça desse poleiro e venha receber o meu abraço de paz e amor.
- Muito bem! - exclama o galo. - Não imagina como tal notícia me alegra! Que beleza vai ficar o mundo, limpo de guerras, crueldade e traições! Vou já descer para abraçar a amiga raposa, mas... Como lá vem vindo três cachorros, acho bom esperá-los, para que também eles tomem parte na confraternização.
Ao ouvir falar em cachorro Dona Raposa não quis saber de história, e tratou de pôr-se ao fresco, dizendo:
- Infelizmente, amigo, tenho pressa e não posso esperar pelos amigos cães. Fica para a outra vez a festa, sim? Até logo.
E raspou-se. "Contra esperteza, esperteza e meia".
"(Monteiro Lobato do livro Fábulas e Historias diversas ) "


ATIVIDADES:


1 – Na frase: “E raspou-se”. Entende-se que o personagem:
(A) saiu correndo. (C) foi embora devagar.
(B) raspou a mesa. (D) sentou-se no tronco.


 2 – O tema do texto é que o galo:
(A) bicou a raposa. (B) logrou a raposa.
(C) recebeu a raposa. (D) casou com a raposa.

3 – Para fugir da raposa, o galo foi empoleirar-se:
(A) num tronco. (C) numa árvore.
(B) num poleiro. (D) num galo quebrado.


4 – A raposa resolveu desistir da confraternização com o galo, porque ela:
(A) tem medo de cachorros. 
(B) ficou com medo do galo.
(C) ficou com raiva do galo. 
(D) lembrou que tinha outro compromisso.

5 – Na frase “Um velo galo matreiro”, a palavra grifada significa:
(A) atrevido. (B) asqueroso. 
(C) astuto. (D) mavaldo.

6 – No texto, a opinião do autor é que a raposa é um animal:
(A) dorminhoco. (B) esperto. 
(C) lento. (D) preguiçoso.

7 – o texto é um exemplo do gênero:
(A) carta. (B) convite. 
C) fábula. (D) receita.

8 – O texto tem por finalidade dar:
(A) uma idéia. (B) os parabéns. 
(C) uma informação. (D) uma lição de moral.

9 – De acordo com a imagem, o galo demonstra:
(A) acreditar na proposta da raposa.
(B) que ele vai descer para abraça-la.
(C) não acreditar na proposta da raposa.
(D) que ele já estava lá quando a raposa apareceu.

10 – O modo como o galo recebeu a notícia dada pela raposa ao pedir um abraço de paz foi:
(A) alegremente. (B) animadamente. 
(C) apressadamente. (D) tristemente.

11 – O galo recebeu a raposa empoleirado na árvore para:
(A) sentir seguro. (B) cantar mais alto.
(C) ficar mais imponente. (D) bicar os frutos da árvore.

12 – No trecho “... para que eles também tomem parte da confraternização...”, a palavra grifada se refere a:
(A) lobo e cordeiro. (B) onça e veado. (C) raposa e galinha. (D) três cachorros.

13 – O que deu origem aos fatos narrados nesse texto foi a esperteza:
(A) do galo. (B) da raposa. (C) do narrador. (D) do galo e da raposa.

14 – O que causa o humor presente no texto é a:
(A) chegada dos cães. 
(B) novidade contada pela raposa.
(C) subida do galo na árvore. 
(D) raposa desculpar-se fingindo pressa.

15 – No trecho “... Deixe estar, seu malandro, que já te curo!...”, as aspas são usadas para marcar:

(A) um diálogo. 
(B) a fala de alguém.
(C) o desapontamento de alguém. 
(D) o desejo de falar de alguém.

16 – Quem narra o texto é:
(A) o galo. (B) o narrador. 
(C) a raposa. (D) a raposa e o galo.

Sondagem diagnóstica - 4º ano

 1.Fábio e Marcelo foram à uma sorveteria. Tomaram dois sorvetes e duas águas e gastaram 12,00 no total. Considerando que os pedidos foram iguais, cada um gastou:

a) R$ 3,00
b) R$ 6,00
c) R$ 5,50
d) R$ 12,00


2. Julinha comprou um caderno no valor de R$1,90 e duas borrachas no valor de R$0,15 cada. Ela gastou:
a) R$2,00
b) R$2,20
c) R$1,90
d) R$3,00


3.Marcos e Camila foram à uma pizzaria. A pizza que pediram foi dividida em 8 pedaços. Camila comeu 3 pedaços e Marcos comeu 4 pedaços. A fração correspondente à parte que eles comeram é:
a) 7/8 (sete oitavos)
b) ¾ (três quartos)
c) 4/8 (quatro oitavos)
d) 6/4 (seis quartos)


4.Seu José cria galinhas. Ele tem 3 dúzias de galinhas em sua chácara. Cada galinha boa dois ovos por dia. Quantas dúvias de ovos as galinhas produzem por dia?
a) 3 dúzias
b) 6 dúzias
c) 5 dúzias
d) 2 dúzias


5. Um prédio de 12 andares possui 4 apartamentos por andar. Desta forma, o prédio possui quantos apartamentos?
a) 36
b)24
c)48
d)60


6.Olga fez uma compra no supermercado no valor de R$213,00 e pagou com 5 notas de R$50. Quanto lhe sobrou de troco?
a) R$30,00
b) R$37,00
c) R$47,00
d) R$46,00


7. Um transportadora precisava entregar 12 toneladas de soja e possuía no pátio 4 caminhões para fazer o serviço. Quantas toneladas de grãos levou cada caminhão?
a) 48
b) 16
c) 3
d) 4


8.Numa escola estudam 458 alunos no período da manhã, 596 alunos no período da tarde e 512 alunos no período da noite. Nesta escola estudam diariamente quantos alunos?
a) 1098
b) 1254
c) 1566
d) 1780

Avaliação matemática 3º ano

1.Mamãe foi à feira e comprou 2 quilos de tomate e 1 quilo de batata. Quantos quilos de alimento mamãe comprou?
a) 5 quilos
b) 3 quilos
c) 2 quilos
d) 1 quilo
2. Maria do Carmo dividiu um bolo em 8 pedaços do mesmo tamanho e serviu no lanche. Depois ela guardou na geladeira os três pedaços que sobraram. Quantas partes foram comidas do bolo?
a) 3 partes
b) 2 pastes
c) 5 partes
d) 6 partes
3.Carla tem 20 metros de renda branca. 12 metros de renda azul e 15 metros de renda amarela. Quantos metros de renda Carla tem?
a)47 metros
b) 20 metros
c) 32 metros
d) 15 metros
4. Marcos comprou 95 metros de arame para fazer uma cerca. Ele gastou 63 metros apenas. Quantos metros de arame lhe sobrou?
a) 23 metros
b) 32 metros
c) 45 metros
d) 63 metros
5.Veja: 
Junior tem 4 cédulas de R$5,00
Carla tem 3 cédulas de R$10,00
Ana tem 2 cédulas de R$50,00
Raquel tem 5 cédulas de R$10,00
Thiago tem 10 cédulas de R$5,00
6.As duas crianças que têm a mesma quantia em dinheiro são:
a) Thiago e Junior
b) Carla e Raquel
c) Raquel e Thiago
d) Ana e Thiago
7.A criança que possui a maior quantia em dinheiro é:
a) Raquel
b) Thiago
c) Ana
d) Carla
8. A criança que tem R$10 a mais do que Júnior é:
a) Thiago
b) Raquel
c) Carla
d) Raquel
9.Somando todo o dinheiro que as crianças possuem chegamos ao valor de:
a)R$200,00
b) R$250,00
c) R$240,00
d) R$350,00

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Avaliação de matemática 5º ano

1- Em uma adição de 5 parcelas, a 1ª é 430, a 2ª é 390, a 3ª é a soma das duas primeiras, a 4ª é a diferença entre a 3ª e a 1ª, e a 5ª é a soma da 2ª com a 4ª. Qual é a soma das 5 parcelas?

a) 2.810.
b) 2.850.
c) 2.650.
d) 2.740.

2 - Comprei um caderno e uma caneta por R$ 14,80. O caderno custou R$ 3,60 a mais que a caneta. Qual o preço do caderno e da caneta, respectivamente?

a) R$ 8,70 e R$ 6,10.
b) R$ 9,00 e R$ 5,80.
c) R$ 9,20 e R$ 5,60.
d) R$ 10,10 e R$ 4,70.

3- Quero lucrar R$ 32,00 na venda de um rádio que me custou R$ 280,00. Por quanto devo vendê-lo, se gastei R$ 19,20 em
consertos?
a) R$ 302,80.
b) R$ 312,00.
c) R$ 321,20.
d) R$ 331,20.

3- Maria foi ao supermercado e comprou 1 pacote de ração para o seu cão por R$ 16,80, 4 latas de leite condensado por R$ 1,79 cada uma, 3 kg de fubá por R$ 0,86 o quilo, e 2 kg de alcatra por R$ 9,74 o quilo. Quanto lhe restou sabendo que ela tinha R$ 50,00?
a) R$ 4,98.
b) R$ 3,98.
c) R$ 6,18.
d) R$ 5,18.

5- Na minha escola tem 216 meninos e 321 meninas. Para a Páscoa eu dei para cada criança um saquinho com 19 balas cada um. Quantas balas eu comprei?

a) 10.203.
b) 10.196.
c) 10.143.
d) 5.370.

6- Tenho 2.856 livros para colocar em 7 estantes com 6 prateleiras
cada uma. Quantos livros devo colocar em cada estante?
a) 48.
b) 58.
c) 68
d) 408.

Questões para montar avaliação 4/5º anos


Qualquer vida é muita dentro da floresta

Se a gente olha de cima, parece tudo parado.Mas por dentro é diferente. A floresta está sempre em

movimento. Há uma vida dentro dela que se transforma sem parar. Vem o vento. Vem a chuva. Caem as folhas.

E nascem novas folhas. Das flores saem os frutos. E os frutos são alimento. Os pássaros deixam cair as

sementes.
Das sementes nascem novas árvores. As luzes dos vaga-lumes são estrelas na terra. E com o sol vem o

dia. Esquenta a mata. Ilumina as folhas.  Tudo tem cor e movimento.

QUESTÃO 01

A ideia central do texto é

a) a chuva na floresta.

b) a importância do Sol.

c) a vida na floresta.

d) o movimento das águas

QUESTÃO 02


O que diz o trecho: “Esquenta a mata.Ilumina as folhas. Tudo tem cor e movimento.” Acontece

porque:


a) aparecem estrelas.

b) brotam flores.

c) chega o sol.

d) vem o vento

QUESTÃO 03

No trecho “Há uma vida dentro dela que se transforma sem parar.” A palavra sublinhada refere-se à

a) floresta.

b) chuva.

c) terra.

d) cor.


INSTRUÇÃO - Leia um trecho da letra da música Cidadão escrita por Lúcio Barbosa e 
interpretada por Zé Geraldo, para responder às questões de 1 a 3. 
 
Cidadão 
 
Tá vendo aquele edifício moço? 
Ajudei a levantar 
Foi um tempo de aflição 
Eram quatro condução 
Duas pra ir, duas pra voltar 
Hoje depois dele pronto 
Olho pra cima e fico tonto 
Mas me chega um cidadão 
E me diz desconfiado, tu tá aí admirado 
Ou tá querendo roubar? 
Meu domingo tá perdido 
Vou pra casa entristecido 
Dá vontade de beber 
E pra aumentar o meu tédio 
Eu nem posso olhar pro prédio 
Que eu ajudei a fazer 
 
Questão 1 
No texto, a expressão ajudei a levantar, significa 
 
A) acordar. 
B) construir. 
C) ficar em pé. 
D) sair da cadeira. 
 
 
Questão 2 
De acordo com o texto, a letra dessa música faz 
 
A) um convite. 
B) uma convocação. 
C) uma denúncia. 
D) uma propaganda. 
 

 
Questão 3 
Segundo o personagem do texto, o seu domingo estava perdido porque um cidadão 
perguntou se ele 
 
A) era pobre. 
B) era um ladrão. 
C) morava longe. 
D) trabalhava muito
 

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Texto para reflexão Filosofia de camelo

Filosofia de camelo

"Uma mãe e um bebê camelo, estavam por ali, à toa,quando de repente o bebé camelo perguntou:

- Por que os camelos têm corcovas?

- Bem, meu filhinho, nós somos animais do deserto, precisamos das corcovas para reservar água e por isso mesmo somos conhecidos por sobreviver sem água. 

- Certo, e por que nossas pernas são longas e nossas patas arredondadas?

- Filho, certamente elas são assim para permitir caminhar no deserto. Sabe, com essas pernas longas eu mantenho meu corpo mais longe do chão do deserto que é mais quente que a temperatura do ar e assim fico mais longe do calor. Quanto às patas arredondadas eu posso me movimentar melhor devido à consistência da areia! - disse a mãe.

- Certo! Então, por que nossos cílios são tão longos? De vez em quando eles atrapalham minha visão.

- Meu filho! Esses cílios longos e grossos são como uma capa protetora para os olhos. Eles ajudam na proteção dos seus olhos quando atingidos pela areia e pelo vento do deserto! - respondeu a mãe com orgulho.

- Tá. Então a corcova é para armazenar água enquanto cruzamos o deserto, as pernas para caminhar através do deserto e os cílios são para proteger meus olhos do deserto. Então o que é que estamos fazendo aqui no Zoológico???

Moral da história:

"Habilidade, conhecimento, capacidade e experiências, só são úteis se você estiver no lugar certo!"

Pergunto agora: VOCÊ ESTÁ NO LUGAR CERTO?????

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Interpretação de bilhetes- Avaliação 2/3º anos


Problemas 4/5º anos - avaliação



retirado do blog Ideia Criativa da Gi Barbosa
<!-- Início do código HTML Cursos 24 Horas -->
<div style="text-align:center;">
<object type="application/x-shockwave-flash" data="http://www.cursos24h.net.br/banners/flash4/300x50.swf?clickTAG=http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" width="300" height="50">
<param name="movie" value="http://www.cursos24h.net.br/banners/flash4/300x50.swf?clickTAG=http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" />
<param name="quality" value="high" />
<param name="bgcolor" value="#CCCCCC" />
<h3>Cursos 24 Horas</h3>
<a href="http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" rel="nofollow" target="_blank">Cursos Online</a>
</object>
<br /><a target="_blank" style="text-decoration:none; font-family:Verdana, Geneva, sans-serif; font-size:10px; color:#028ACC;" href="http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" rel="nofollow">Cursos Online</a></div>
<!-- Fim do código HTML Cursos 24 Horas -->

domingo, 27 de outubro de 2013

Mãe com medo de lagartixa




Mãe com medo de lagartixa
Ana Maria Machado

Era uma vez uma mãe... que tinha medo de lagartixa.
No resto, era valente: ficava sozinha, cantava no escuro, tomava sopa quente.
Era mesmo corajosa: enfrentava barata, discutia com o chefe, tomava injeção toda prosa.
De bicho de pena e de bicho de pêlo, ela gostava muito. Filho dela podia ter cachorro, gato, coelho, periquito, curió, canário, porquinho-da-índia.
Nem que fosse tudo ao mesmo tempo, ela não se incomodava, até animava, mais ainda inventava.
Peixe e jabuti, também, ela deixava como ninguém. E tinha aquário redondo com peixe vermelho e tinha varanda vermelha com jabuti redondo.
Se os filhos descobrissem macaco com asa, ela era capaz de deixar em casa. Se para uma vaca encontrassem lugar, não ia ser ela quem ia atrapalhar. Se na área um cavalo coubesse direito, a meninada ia logo dar jeito, e ela na certa ia achar perfeito.
Mas sapo? Minhoca? Perereca? Camaleão?
Nem queria saber. Disfarçava e ia se esconder.
Os filhos explicavam:
 Mamãe, que é que tem? Um bicho tão bonzinho, não faz nada, olha aí!
Ela olhava. Mas não gostava.
E aqueles lagartinhos nas pedras-do-sol?
— Um bichinho à-toa, mãe, deixe de ser boba!
Mas aí ela era boba. Tão boba que no caminho da praia, pelo meio do matinho, ia pisando forte e falando alto, fazendo barulho só para assustar os lagartinhos – que saíam correndo, morrendo de medo de uma mulher tão grande e barulhenta.
Mas o medo maior era o que a mãe tinha de lagartixa.
— Um perigo dentro de casa! Pode atacar a qualquer instante!
— Atacar, mãe? Que idéia – ria Antônio.
— Que gracinha, mãe. Olha aquela lagartixa lá no alto da parede – mostrava João.
— É mesmo, branquinha e transparente, de cabeça em pé. Parece filhote de jacaré – dizia Luísa.
Não adiantava. Ela não gostava.Um dia, resolveram pregar uma peça nela.
Na saída da escola, tinha um vendedor de bala, estalinho, pirulito e brinquedo. Brinquedos gozados: baratas e aranhas de plástico, lagartixas de mentirinha.
Compraram duas e levaram para casa. Puseram uma na gaveta, outra na prateleira, ao lado.
Quando ela chegou do trabalho e foi mudar a roupa, foi um susto. Quer dizer, primeiro foi um:
— Ai! Me ajudem! Antônio! Luísa! João!
Depois foram dois sustos:
— Depressa! Vem cá todo mundo!
Os meninos foram correndo. E viram a mãe tremendo.
— Uma lagartixa horrorosa! Subiu pelo meu braço e correu para a gaveta! E tem outra medonha ali na prateleira... Pelo amor de Deus, vocês peguem esses bichos horríveis, que eu não agüento nem ver!
Os meninos se olharam enquanto ela saía:
— E lagartixa de brinquedo sobe pelo braço?
— Será que tem alguma de verdade?
Olharam bem. Não tinha. Só as mesmas, de brinquedo. E ela com tanto medo! Que mãe fiteira! E, ainda por cima, inventadeira...
Foram rir dela, numa grande gozação: mas chegaram na sala e não riram. Porque que ela falou foi assim:
— Que bom que vocês estavam em casa. Vocês são tão corajosos... Fico tão orgulhosa de meus filhos que não têm medo e tomam conta de mim...
E, sentada no sofá, abraçou os três ao mesmo tempo, fechou os olhos, encostou a cabeça neles, feito menina pequena.
E eles se olharam e entenderam.
Todo mundo tem seu medo, cada um tem seu segredo. Quem parece sempre forte, no fundo é meio sem sorte: tem que agüentar bem sozinho, sem ajuda nem carinho:
— A mãe é que nem a gente.
E gente se assusta, chora, ri, fala, inventa, conta, grita e cochicha. E pode até ter medo de lagartixa.
Alguns medos e seus segredos. Rio de Janeiro, Nova Fronteira.



Vocabulário:
Pedra-do-sol: pedras comuns nas áreas de praia.
Leia o texto , marque a resposta correta:
1 - Marque a alternativa em que a mãe estimula seus filhos a terem bicho:
A) “enfrentava barata, discutia com o chefe”.
B) “ela não se incomodava, até animava.”
C) “se os filhos descobrissem macaco com asa, ela era capaz de deixar em casa.”
D) “de bicho de pena e de bicho de pêlo, ela gostava muito.”
E) “peixe e jabuti, também, ela deixava como ninguém”

2 - Marque a alternativa em que os fatos abaixo estejam colocados em ordem
cronológica:
I - Os filhos verificaram se havia uma lagartixa de verdade.
II - Os filhos viram a mãe tremendo.
III - Os filhos correram até o quarto da mãe.
IV - Os filhos ficaram se olhando.

A) I, IV, III, II
B) III, IV, II, I
C) I, III, IV, II
D) III, II, IV, I
E) II, IV, III, I

4 - A mãe, depois de ter encontrado a lagartixa, foi para a sala. Os filhos, de acordo com o texto, entenderam que:
A) cada um tem o seu próprio medo.
B) envergonharam-se do que tinham feito.
C) a mãe, sendo igual a eles, era infantil.
D) é preciso ser forte diante das situações.
E) não se deve assustar ninguém

5 - A mãe descrita é bastante tolerante. O argumento usado pelo narrador para expressar a demonstração máxima de tolerância dessa mãe está na alternativa:
A) ela até animava os filhos a terem bicho.
B) ela deixava os filhos terem peixe e jabuti.
C) era capaz de deixar em casa um macaco com asas, se os filhos descobrissem um.
D) enfrentava barata, discutir com o chefe.
E) de bicho de pena e de bicho de pêlo, ela gostava muito.
6 - Uma das falas da mãe refere-se a um fato que parece não ser verdadeiro e pode ser
atribuído ao susto de se deparar com duas lagartixas. Identifique essa fala e marque a alternativa que explica por que o fato não deve ser verdadeiro:
A) “e lagartixa de brinquedo sobe pelo braço?”
B) “um perigo dentro de casa! Pode atacar a qualquer instante.”
C) “ao se deparar com a lagartixa, a mãe pede socorro.”
D) “poderia haver alguma lagartixa de verdade no quarto.”
E) “ – Um bichinho à-toa, mãe, deixe de ser boba!”

7 - Assinale o item que não indica uma atitude da mãe:
A) proporciona aos filhos uma vida em contato com os animais.
B) é bastante corajosa, na visão dos filhos, em determinadas circunstâncias.
C) perturba o ambiente familiar com excesso de tolerância ou mentiras.
D) é muito medrosa, quando se trata de certos animais.
E) é considerada pelos filhos, sobretudo quando se depara com lagartixas, como uma
criança.
8 - Na frase “A mãe é que nem a gente”, os termos sublinhados expressam juntos a
idéia de:
A) adição
B) finalidade
C) conseqüência
D) causa
E) comparação

9 – A idéia principal desse texto é:
A) a mãe amava os filhos e fazia tudo para agradá-los.
B) todas as pessoas se assustam, choram, riem, inventam, inclusive, sentem medo.
C) a mãe parecia uma menina quando sentia pavor de lagartixa.
D) os adultos também mentem como crianças.
E) a mãe é uma pessoa boba, porque sente medo de lagartixa.

10 - “Um dia, resolveram pregar uma peça nela” A expressão sublinhada retirada do texto pode ser substituída por:
A) fazer uma brincadeira
B) colocar à prova
C) revelar a verdade
D) encenar

E) ensaiar uma apresentação

Desafio matemático - Animais de estimação


atividade matemáticas - 2 ao 4º ano







<!-- Início do código HTML Cursos 24 Horas -->
<div style="text-align:center;">
<object type="application/x-shockwave-flash" data="http://www.cursos24h.net.br/banners/flash4/300x50.swf?clickTAG=http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" width="300" height="50">
<param name="movie" value="http://www.cursos24h.net.br/banners/flash4/300x50.swf?clickTAG=http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" />
<param name="quality" value="high" />
<param name="bgcolor" value="#CCCCCC" />
<h3>Cursos 24 Horas</h3>
<a href="http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" rel="nofollow" target="_blank">Cursos Online</a>
</object>
<br /><a target="_blank" style="text-decoration:none; font-family:Verdana, Geneva, sans-serif; font-size:10px; color:#028ACC;" href="http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao73880" rel="nofollow">Cursos Online</a></div>
<!-- Fim do código HTML Cursos 24 Horas -->

A abelha chocolateira

A+abelha+chocolateira

domingo, 13 de outubro de 2013

Saresp 2º ano- Simulado



Provinha Brasil - Simulado





O corvo e o pavão- Avaliação de fábula

O Corvo e o Pavão

  O pavão, de roda aberta em forma de leque, dizia com desprezo ao corvo:
 ▬ Repare como sou belo! Que cauda, hein? Que cores, que maravilhosa plumagem! Sou das aves a mais formosa, a mais perfeita, não?
  ▬ Não há dúvida que você é um belo bicho -- disse o corvo. Mas, perfeito? Alto lá!
  ▬ Quem quer criticar-me! Um bicho preto, capenga, desengraçado e, além disso, ave de mau agouro... Que falha você vê em mim, ó tição de penas?
  O corvo respondeu:
  ▬  Noto que para abater o orgulho dos pavões a natureza lhes deu um par de patas que, faça-me o favor, deu um par de patas que, faça-me o favor, envergonharia até a um pobre diabo como eu...
  O pavão, que nunca tinha reparado nos próprios pés, abaixou-se e contemplou-os longamente. E, desapontado, foi andando o seu caminho sem replicar coisa nenhuma.
  Tinha razão o corvo: *não há beleza sem senão*.

(Monteiro Lobato. *Fábulas*. São Paulo, Brasiliense, 1994. p. 30.)

Estudo do texto
 1. Quais são as personagens dessa história?
______________________________________________________________________________________________________________________
 2. O que significam as expressões em destaque:
 a) "*O pavão, de roda aberta em forma de leque*, dizia com desprezo ao corvo:"
______________________________________________________________________________________________________________________
 b) "(...) Mas, perfeito? *Alto lá*!"
_________________________________________________________________________________________________________________________
 c) "(...) capenga, desengraçado e, além disso, *ave de mau agouro*..."
__________________________________________________________________________________________________________________________
 3. Pinte as falas presentes no texto.
 a) O que você observou para descobrir quais são as falas?
__________________________________________________________________________________________________________________________
 4. Copie do   texto as palavras que caracterizam a beleza do pavão.
__________________________________________________________________________________________________________________________
 5. Quem aponta as características do pavão?
_________________________________________________________________________________________________________________________
 6. Agora, copie as palavras que caracterizam a aparência do corvo
__________________________________________________________________________________________________________________________
 7. Quem aponta as características do corvo?
______________________________________________________________________________________________________________________
 8. Agora, caracterize o jeito de agir do pavão.
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
9. O que o corvo disse que deixou o pavão triste e desapontado?
___________________________________________________________________________________________________________________
 10. O que você entendeu da conclusão da história: "não há beleza sem senão"?
_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



Números romanos - Atividades


sábado, 12 de outubro de 2013

Aprender pela experiência: Atividade com Cândido Portinari

Aprender pela experiência: Atividade com Cândido Portinari: Sequência de atividades de Artes Cândido Portinari  Para realização deste trabalho, comece lendo alguns livros sobre a vida e obras ...

Quadro da duzentena

QUADRO DA DUZENTENA – ATIVIDADES

101
102
103
104
105
106
107
108
109
110
111
112
113
114
115
116
117
118
119
120
121
122
123
124
125
126
127
128
129
130
131
132
133
134
135
136
137
134
139
140
141
142
143
144
145
146
147
148
149
150
151
152
153
154
155
156
157
158
159
160
161
162
163
164
165
166
167
168
169
170
171
172
173
174
175
176
177
178
179
180
181
182
183
184
185
186
187
188
189
190
191
192
193
194
195
196
197
198
199
200


     1-    Pintar de azul o número que vem logo após o 190. ________
2-    Pintar de vermelho o número que está antes de 166. __________
3-    Pintar de amarelo os números que estão entre 151 e 158. ___________________________
4-    Pintar de verde o número que equivale a uma centena, duas dezenas e três unidades. _____
5-    Pintar de laranja o número que está após o 183 ______________
6-    Pintar de rosa os números que estão entre 121 e 129. _______________________________
_______________________________________________________________________________
7-    Copiar os números da 10ª coluna _______________________________________________
8    8-    Pintar de marrom os números que terminam com oito. __________________________________
9      9-    Quais são os números que estão na 4ª linha? Copie-os.
________________________________________________________________________
1         10-  Qual é o maior número do quadro? _____________ e o menor? _____________
1          11-  Escreva como se lê:
1        102-________________________________________________________
1       115-________________________________________________________
1       120-________________________________________________________
1       148_________________________________________________________
1       186-_________________________________________________________
1        177-_________________________________________________________
2        200 - _______________________________________________________
    194- ________________________________________________________

Google+ Followers